As Músicas do Espetáculo em CD-Livro

Concerto de apresentação do CD-Livro "14 canções do espectáculo A Viagem do Elefante"

CD/LIVRO: 14 CANÇÕES DO ESPECTÁCULO A VIAGEM DO ELEFANTE

Trigo Limpo teatro ACERT a partir do conto de José Saramago

LUIS PASTOR e A COR DA LÌNGUA ACERT

Domingo, 7 de dezembro às 21:45 · Auditório 1

O Trigo Limpo teatro ACERT celebra a música de cena do espetáculo teatral “A Viagem do Elefante”, criado a partir do conto de José Saramago.

Não contente por nos dar o privilégio de viajar no seu elefante Salomão, o nosso criador de livros e de sonhos permitiu que poemas seus, publicados nas suas obras, Os Poemas Possíveis (1966) e Provavelmente Alegria (1970), se integrassem no conto feito teatro.
Agora, as 14 canções criadas por Luis Pastor e os músicos de “A Cor da Língua ACERT” dançam com novas identidades após a sua apresentação ao vivo na digressão do espetáculo e passam a viver inovadoramente num livro com as memórias vivas para que foram criadas.
Para que perdurem em quem sonhou, criou, participou, e assistiu ao espetáculo, ou, tão naturalmente, para todos aqueles que gostam de música…

“(…) Com o objecto que agora se edita, (…) nasce um novo corpo que, não esquecendo a sua origem – como o cornaca Subhro também não esqueceu – assume uma identidade que lhe permite perdurar para além das futuras apresentações, que se desejam, do espectáculo. Assente no diálogo entre a tradição e a contemporaneidade, uma outra marca distingue este trabalho: a sua orgânica, como se um novo corpo se levantasse e se preparasse para fazer, palma com palma, o seu caminho.
Mantê-lo na nossa memória será sempre um dos objectivos da Fundação José Saramago.”


“(…) José Saramago escreveu A Viagem do Elefante porque a façanha de Salomão tinha de ser contada, e contar é a forma que os escritores têm de erigir monumentos. Depois, os homens e mulheres do Trigo Limpo teatro Acert com Luis Pastor e os voluntários de cada lugar coroaram a obra e deixaram que nela tomassem lugar todos os que gozámos a passagem de Salomão e a sua capacidade de provocar emoções. Talvez tenhamos de rectificar o que dissemos antes, talvez os reis não tivessem consciência do que faziam quando utilizavam animais para fazer a diplomacia, mas nós, séculos depois, sabêmo-lo, por isso nos acolhemos à sombra do elefante nestas terras portuguesas assim como em Paris se visita a girafa de ferro. Para ver mais longe e sentir a humanidade de outra maneira. Talvez palma com palma, coração com coração."
Pilar del Río

Edição: ACERT
Músicas: LUIS PASTOR
Arranjos: A COR DA LÍNGUA ACERT e LUIS PASTOR
Letras: JOSÉ SARAMAGO

Músicos A Cor da Lingua ACERT
CARLOS PENINHA, LUISA VIEIRA, LYDIA PINHO, MIGUEL CARDOSO e RUI LÚCIO
Produção Musical:MANUEL MAIO
Produção Executiva: JOSÉ RUI MARTINS E MIGUEL CARDOSO
Parceria: FUNDAÇÃO JOSÉ SARAMAGO

>