Penalva do Castelo é palco da Viagem do Elefante

Sábado, 7 de junho, 21:30h — Largo da Misericórdia

Em Penalva do Castelo, este espetáculo teatral, criado na companhia dos participantes locais, será como a Maçã Bravo de Esmolfe: macia, sucosa, doce, com boas qualidades gustativas, aroma intenso, agradável e única…

“A Viagem do Elefante”, espetáculo de teatro de rua criado em 2013 pelo Trigo Limpo teatro ACERT, prossegue a digressão por mais geografias até final de Setembro.
O Adro da Sé em Viseu foi ponto de partida de um percurso que terá Penalva do Castelo como segundo porto de ancoragem.
A equipa técnica e artística do Trigo Limpo teatro ACERT está instalada na localidade desde 3ª feira, ensaiando com cerca de 60 participantes da comunidade que, com as suas interpretações, representam um elemento de grande identidade no espetáculo que terá lugar no próximo sábado, no Largo da Misericórdia, pelas 21,30h.

   

    O elefante Salomão junto à Igreja da Misericórdia em
    Penalva do Castelo

           

A arquitetura natural do espaço será o cenário onde a narrativa do conto de José Saramago habitará. O agigantado elefante Salomão trilhará, em Penalva do Castelo, as pegadas que, de Lisboa a Viena de Áustria, representam memórias sentimentais e literárias da vida de José Saramago, um criador de livros e de sonhos.

Este acontecimento teatral comunitário tem como entidade promotora a Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões, sendo uma produção teatral que, pela sua identidade, marca inovadoramente o panorama teatral nacional ao longo da digressão que conduzirá o Trigo Limpo teatro ACERT a uma permanência de 60 dias, alternadamente, pelos 13 locais onde, em cada sábado, a “A Viagem do Elefante” será apresentada.

“A Viagem do Elefante” retribuirá, em cada localidade, a matriz dum caminho de lembranças onde o nosso escritor “se emocionou vendo o caminhar da história e não a sua decadência, […] os nomes das pessoas que as habitam, os sonhos que os motivam a viver humanamente num lugar feito à medida humana”.