TIA GRAÇA

d'Orfeu

Quarta-feira, 6 dezembro de 2017 às 21:45 no Auditório 2

Toda a Gente devia ter uma

Maria Virgínia da Graça nunca aprendeu uma nota de música do tamanho de um comboio. Nem ela, nem a mãe, nem as irmãs, nem nenhuma mulher lá de casa. Pelo contrário, todos os homens da família são músicos. Nunca teve filhos, por isso foi mãe do avô, mãe do pai, mãe dos irmãos e agora é mãe dos próprios sobrinhos. Tudo músicos. Hoje, viajada e muito vivida, a Tia Graça está surda que nem uma porta. O que, numa família destas, tem muita graça. Um espetáculo que homenageia as mulheres que vivem nos bastidores das vidas de tantos músicos, a lavar, a coser, a passar, a cozinhar, a mimar. E sempre à espera. Toda a gente devia ter uma Tia Graça.

“Tia Graça” é um espetáculo de autor, concebido e  interpretado por  Luís Fernandes, a par de um extraordinário trio de jovens instrumentistas da nova vaga. O inusitado naipe de sopros que acompanha, ao vivo, as canções originais (oboé, fagote e eufónio) traz ao espetáculo as reminiscências filarmónicas que ilustram o contexto familiar da vida da personagem central, mas com uma transversal e sofisticada linguagem musical para todas as idades.

PREÇO: 6€ / Associado: 4€ / Descontos: 5€ / Desempregado: 2€ / Bilhete família disponível

Caderneta Finta: 20€ / Associado: 15€

   

Ficha Técnica:
Voz e Interpretação:
Luís Fernandes
Oboé: Telma Mota
Fagote: Inês Moreira Coelho
Trombone: Beatriz Mendes
Músicas: Manuel Maio
Letras: Luís Miguel Fernandes
Cenografia: enVide neFelibata (Marionetas de Mandrágora)