O Gringo Sou Eu

Sábado 21 de julho às 01:30
Palco Pátio


Nascido em Angra dos Reis, em 1978, Franklin Soares Monteiro integra a sua primeira banda em 1996, os Tchaka Fire, iniciando aí um percurso que passou por várias outras formações e projectos. Reside em Portugal desde 2010 e, desde então, desenvolveu trabalho junto de entidades e países como o Brasil, São Tomé e Príncipe ou Alemanha. Idealizador do projeto Blocodeconcreto e outras iniciativas na área da educação artística, em Portugal atuou e atua nos bairros sociais, associações e escolas de Sintra, Cascais, Matosinhos, Guimarães e V. N. Famalicão. Enquanto músico, e para além de O Gringo Sou EU, é pandeirista e back vocal da banda Samba Sem Fronteiras e, também, percussionista dos HHY & The Macumbas.

O Gringo Sou EU tem como formação espontânea o convívio na periferia e favela brasileira. Observador inquieto, a viver em Portugal desde 2010, Frankão resolveu criar o projeto de letras inspiradas na sua visão do mundo e do quotidiano, com beats fervorosos e linhas simples. Sob o som do tamborzão, vem somando novos valores ao seu estilo, sem saudosismo, mas com a mesma pureza de quando começou, na década de 90. Não obstante, em tom de combate às assimetrias e tomando, cada vez mais, uma forma global, marcada por uma forte componente de crítica política, actua também na área sociocultural, formando colectivos musicais com crianças e jovens, desde as comunidades do Rio de Janeiro até aos bairros sociais portugueses.