Octavio Cardozzo

Sábad0, 21 de julho às 22:00

Auditório Ar Livre


Cantor e compositor de Minas Gerais, Octavio Cardozzo fundou o bloco de carnaval de rua Haja amor e integrou o bloco Corte Devassa, para além do projeto Alpercata, com o qual lançou seu primeiro disco, Vela aberta (2016/Independente).
Destaque da cena musical mineira desde 2012, quando lançou o seu primeiro projeto autoral, Octavio Cardozzo convida outros três nomes importantes do estado para o seu novo álbum, Âmago (Casazul/Tratore, 2017): Luiz Gabriel Lopes (vocalista da banda Graveola), Thales Silva (do projeto Minimalista, e que lançou recentemente o álbum Banzo), Marcelo Veronez e Alexandre Andrés. Diz o músico:

“Neste disco eu quis cantar mais e compor menos. Fiz um disco bem brasileiro, que remete aos grandes intérpretes da nossa música, como Ney, Bethânia e Elis. Por isso não incluí nenhuma música de minha autoria. O meu desejo era interpretar, criar uma narrativa ao longo do disco, com uma dramaturgia por trás, orgânica como alguns clássicos da MPB, mas ao mesmo tempo moderno e arrojado”

, contextualiza o cantor, que ganhou canções de Tom Custódio da Luz, Gustavito, Minimalista, entre outros, com letras críticas, irónicas e irreverentes. Âmago é um reencontro do cantor com seus desejos e vontades, para si e para as pessoas que o cercam, e também para o mundo. “A narrativa, ao longo do disco, vai ao encontro do âmago, do que está enraizado em mim, procurando compreender o que me move, o que me faz querer ser artista”, completa.