Apresentação do projecto na Fundação José Saramago

  

A APRESENTAÇÃO PÚBLICA DO PROJECTO “A VIAGEM DO ELEFANTE” DECORREU A 21 DE MAIO NA FUNDAÇÃO JOSÉ SARAMAGO

Elementos do Trigo Limpo teatro ACERT (criadores do projeto), da Flor de Jara (coprodutora musical) e da Fundação José Saramago (Parceria especial do espectáculo), nomeadamente a sua Presidente, Pilar del Río deram a conhecer o conceito do projeto e o sonho comum que se procurará realizar.
   
Presente na sessão de apresentação deste projeto, na Casa dos Bicos, o Diretor-Geral das Artes, Samuel Rego, afirmou ter "o maior orgulho" nesta iniciativa, com a qual se confessou "embevecido".

José António de Jesus, Vice Presidente da Câmara Municipal de Tondela, autarquia sede da ACERT, apresentou apaixonadamente o envolvimento do município, sublinhando o valor da iniciativa para o seu território e sua gente.

O diretor do Museu do Douro, Fernando Seara, anunciou que será lançado no dia 6 de julho em São João da Pesqueira, na apresentação do espetáculo, um vinho do Douro designado "O Caminho de Salomão", que só será vendido no Museu do Douro, na Fundação José Saramago e em cada representação.

"Este é um triângulo virtuoso: o território, a cultura e o turismo", acentuou o presidente do Turismo do Centro de Portugal, Pedro Machado, com a concordância dos presidentes das câmaras promotoras da iniciativa.

Para a Fundação José Saramago, como afirmou na sessão Pilar del Río, esta é uma iniciativa que surge numa sequência lógica e afetiva da "Viagem a Portugal" (1980), o livro que José Saramago escreveu a convite do Círculo de Leitores e "que lhe permitiu tornar-se escritor".
A adesão da Fundação ao projeto é a concretização de uma utopia. Ou, nas palavras de José Saramago, "sempre chegamos ao sítio aonde nos esperam".