ACERT INDEX Sobre a Associação Programacao Novo Ciclo Teatro Trigo Limpo Basquetebol Escalada Outros Projectos Formacao
projectos
voltar a página anterior voltar à página anterior
UMA PONTE ENTRE O CAMPO E A CIDADE
UMA PONTE ENTRE O CAMPO E A CIDADE


“Se queres ser universal, começa por pintar a tua aldeia” Leon Tolstoi

Sem dúvida, um quadro muito ambicioso, este que nos propusemos desenhar: a realização de encontros comunitários conducentes a uma troca de saberes e a uma revitalização das dinâmicas locais de cada um das 26 freguesias do Concelho de Tondela.
A relação a estabelecer com as Juntas de Freguesia ou com as Associações Locais pressupunha, antes de mais, o estabelecimento de laços de grande confiança. Tiveram lugar inúmeras reuniões com dezenas de Associações e Juntas; organizaram-se debates riquíssimos com todos os intervenientes, no sentido de compreender quais as actividades com maior efeito mobilizador junto das comunidades; e foram feitas várias centenas de inquéritos para auscultar prioridades e anseios, com o propósito de “pincelar” o público com iniciativas capazes de favorecer a afirmação da sua identidade.
 O sentido de pertença a uma história local e a valorização do testemunho e da memória constituíram os traços omnipresentes nas diversas fases de preparação e implementação das actividades.
Procurámos, pois, lançar um renovado olhar sobre realidades locais que, de outra forma, estariam votadas ao esquecimento colectivo. Neste contexto, julgamos absolutamente crucial destacar os testemunhos dos mais idosos que, enaltecidos como referências de autenticidade, estimularam sentimentos de auto-estima nas populações e potenciaram atitudes afirmativas de valorização do que lhes está próximo, do que as identifica e, acima de tudo, do que juntas podem fazer para combater o isolamento em relação aos centros urbanos.
Nesta linha de pensamento, tentámos igualmente inflectir o caminho de sentido único que adoptava a cidade como o ponto de chegada onde tudo acontece, atraindo a população urbana para um (re)encontro com outro tipo de conhecimento e experiências mais humanizadas.
Deste modo, mediante um forte envolvimento dos intervenientes locais, uma miríade de actividades ganhou forma: Matança do Porco, Feira de Saberes e Sabores, Exposiçõe sobre a Memória, Feira de Artes e Ofícios, entre muitas outras.
Através de um cuidado trabalho de recolha e registo (áudio, vídeo, fotográfico e documental), recuperaramse tradições em vias de extinção, como os Ferreiros da Ribeira, os Cesteiros da Lageosa, o ciclo do Milho ou do Vinho, para lá de outros exemplos. A festa e a partilha revelaram-se elementos indissociáveis em todos os momentos do percurso: acentuando o dinamismo das Associações e Juntas de Freguesia envolvidas na transmissão de sinais mobilizadores, traduziram-se em ocasiões que fizeram transbordar o prazer e o contentamento colectivos.
Até ao final do ano, encontra-se programado um vasto conjunto de iniciativas que certamente guardará surpreendentes desfechos. É-nos, assim, possível constatar que vivemos num território repleto de memórias por descobrir e revitalizar, cuja maior riqueza são as pessoas, pela generosidade com que lutam contra as apatias enraizadas, assumindo-se como agentes activos na defesa de uma identidade – valor primordial para a definição de um desenvolvimento sustentável.
Resta-nos sublinhar também o assinalável papel do movimento associativo e das Juntas de Freguesia, como interlocutores ao longo de todo o processo de participação comunitária. Com invejável vitalidade, tem preenchido um espaço imprescindível, pólo de confluência de empenhos em torno dos quais a população se identifique. O papel pró-activo da comunidade torna-se, por conseguinte, a nossa imagem de marca num cenário vivo e enérgico, que se projecta numa futura “pintura” feita da conjugação identitária, da divulgação dos saberes e da articulação de empenhos.


______________
2007-09-21
Comentarios
Existem 1 comentários.
Para adicionar um novo comentário, clique aqui.


José António | 2010-01-31
Parabéns ACERT,

após tantos anos alguém se lembra daquilo que alguns pensavam que tinha caído no esquecimento.
Num momento em que um pouco por todo o mundo, se tenta salvar a herança cultural dos povos, só a nossa ACERT teve "arte e engenho" para realizar um projecto desta envergadura.
Todos os tondelenses deviam ter orgulho nesta "casa*.



Pesquisar



Calendario
Mes Anterior Fevereiro 2019 Proximo Mes
S T Q Q S S D
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28      



Newsletter
Receba as últimas novidades da ACERT no seu email


Noticias